CTCC. Pódios para Ávila e Couto no traçado de Ningbo

André Couto subiu ao pódio no sábado no Circuito Internacional de Ningbo e Rodolfo Ávila repetiu a graça este domingo, no âmbito da quinta jornada dupla do Campeonato Chinês de Carros de Turismo.O fim-de-semana foi dominado por Leo Yi Hong Li, ao volante de um Kia. O piloto do Continente venceu as duas corridas disputadas em Ningbo.

Rodolfo Ávila despediu-se este domingo em alta da quinta ronda da edição de 2018 do Campeonato Chinês de Carros de Turismo (CTCC), ao garantir a subida ao pódio na segunda corrida do fim-de-semana no Circuito Internacional de Ningbo. O piloto português, que corre com licença de Macau, terminou a segunda manga da quinta etapa do Compeonato na terceira posição, atrás de Leo Yi – piloto que dominou por inteiro no traçado de Ningbo – e de Jason Zhang.

Ávila não teve, no entanto, um início fácil de corrida. O piloto, de 31 anos, largou da primeira linha da grelha de partida ao lado de Martin Xie, mas um mau arranque fez com que Ávila, que compete ao volante de um Volkswagen Lamando, caísse para a terceira posição, atrás de Jason Zhang e de Juan Carlos Zhu.

O piloto português manteve durante toda a primeira volta um aceso duelo com Zhu que terminou numa contenda em que ambos perderam posições: o piloto da BAIC caiu para a cauda da corrida, ao passo que Ávila foi ultrapassado por André Couto (seu companheiro de equipa na Volkswagen durante o fim-de-semana), por Leo Yi e por Martin Cao.

Na quinta posição, o piloto não demorou a recuperar algum do terreno perdido, ultrapassando Cao. Na frente da corrida, André Couto ainda pressionou durante alguns momentos o líder Jason Zhang, mas não conseguiu dobrar o adversário e acabou por permitir a aproximação tanto de Yi, como de Ávila.

Na sétima volta, o Volkswagen de Couto acabou por se ressentir de problemas mecânicos, obrigando-o a recolher à pitlane. O piloto acabou por regressar ainda à competição na cauda da corrida, mas acabou por desisitir pouco depois.

Na frente da corrida, e com um andamento impressionante, Leo Yi acabou por dobrar Jason Zhang, ao passo que Martin Cao recuperou o lugar que tinha perdido para Ávila na penúltima volta, mas um aparatoso acidente acabou por colocar o piloto da Ford fora de jogo na sequência do rebentamento de um dos pneus da frente. Cao teve que ser retirado de dentro do veículo e a corrida terminou de imediato, com Leo Yi a cortar a linha da meta com 1,8 segundos de vantagem sobre Jason Zhang. Beneficiado pelo acidente de Cao, Ávila cortou a linha na terceira posição.

Couto em terceiro no sábado

A subida ao pódio por parte de Rodolfo Ávila foi para o piloto, de 31 anos, uma espécie de redenção, depois de no sábado não ter conseguido ir além da nona posição, depois de ter dominado a corrida de qualificação.

Um mau arranque de prova empurrou o piloto do território para a cauda da corrida. Ao volante de um BAIC Senova D50, Darryl O’Young, experiente competidor da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong assumiu a liderança da corrida, à frente do Kia K3 de Leo Yi Hong Li.

Com um andamento rápido na frente da competição, os dois pilotos garantiram desde cedo uma vantagem segura sobre Zhang Zhen Dong e sobre Juan Carlos Zhu. André Couto, que durante a qualificação chegou a assinar a volta mais rápida ao Circuito Internacional de Ningbo, fez-se ao asfalto na quinta posição.

O piloto do território ultrapassou Zhu na quarta volta e a três voltas do fim da prova levou a melhor sobre Zhang, companheiro de equipa na Volkswagen. Na frente da corrida, a luta pela liderança começou a aquecer à entrada das voltas finais, com O’Young a ver-se e a desejar-se para conter o assédio de Leo Yi. O piloto chinês tentou uma primeira ultrapassagem ao adversário na penúltima volta, mas o conceituado competidor de Hong Kong conseguiu aguentar a pressão.

Com um bom andamento, André Couto juntou-se à festa e O’Young acabou mesmo por ceder à pressão. Com sentido de oportunidade, Yi levou a melhor sobre o piloto de Hong Kong na última volta, cortando a volta com dois décimos de segundo de vantagem sobre o adversário. André Couto foi terceiro, cortando a meta quase em ex-aequo com O’ Young.

Longe da liderança da corrida, Rodolfo Ávila terminou na nona posição, à frente de Martin Cao.

A sexta jornada dupla do Campeonato Chinês de Carros de Turismo decorre já na próxima semana, no Circuito Urbano de Wuhan.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.