Coreia do Sul: Lee Myung-bak clarifica acusações de suborno

Tido como conservador, o antigo chefe de Estado respondeu esta manhã perante a Administração Fiscal sul-coreano. Lee é suspeito de ter recebido mais de dez milhões de dólares em subornos entre 2009 e 2013.

Depois de Park Geun-hye, Lee Myung-bak. O antigo presidente da Coreia do Sul apresentou-se esta manhã nas instalações da Administração Nacional de Finanças do quarteirão financeiro de Seul para prestar declarações sobre as suspeitas de que terá recebido mais de dez milhões de dólares em subornos quando ocupou o cargo de Chefe de Estado do país, entre 2009 e 2013.

Rodeado por um forte dispositivo de segurança e perante a presença de um grande contringente de jornalistas, Lee Myung-bak fez uma pequena declaração à imprensa antes de entrar no edifício onde foi interrogando, pedido desculpa por “gerar inquietude” e preocupar o povo sul-coreano.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.