Pfizer e BioNTech pedem autorização para comercializar a vacina

A Pfizer e a BioNTech pediram à agência de regulação de medicamentos da União Europeia autorização condicional para a sua vacina contra a Covid-19, após submeterem pedidos semelhantes nos Estados Unidos da América e no Reino Unido, informaram as empresas esta terça-feira.

O pedido para a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) chega depois de as duas empresas terem pedido aprovação nos EUA a 20 de Novembro, deixando-as um passo mais perto do aguardado lançamento das vacinas.

Na demanda pelo lançamento na Europa, potencialmente ainda neste ano, as empresas estão passo a passo com a rival Moderna, que anunciou na segunda-feira a intenção de pedir ao regulador da União Europeia para recomendar a aprovação condicional para a sua vacina.

A norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech anunciaram o resultado final dos testes relativos à sua vacina a 18 de Novembro, garantindo que a sua candidata tem uma eficácia de 95 por cento na prevenção da Covid-19, sem preocupações de segurança relevantes, levantando a perspectiva de uma aprovação nos EUA e na União Europei em Dezembro.

O pedido feito na Europa conclui a chamada análise contínua, que foi iniciada junto à EMA a 6 de Outubro.

O governo britânico informou na semana passada que a parceria entre a empresa norte-americana e a empresa alemã relatou dados dos seus testes clínicos para a Agência Regulatória de Medicamento e Saúde do Reino Unido (MHRA).

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.