Covid-19. China exige que passageiros se submetam a testes de despistagem antes de viajar de avião

Os passageiros de voos com destino à República Popular da China vão ter de apresentar exames de Covid-19 negativo antes de embarcar, disse esta terça-feira a autoridade de aviação civil do Continente esta terça-feira. O Governo está a estudar uma forma de diminuir ainda mais o risco de casos importados de coronavírus, tendo em conta o aumento das viagens internacionais.

Os exames de ácido nucleico precisam de ser realizados pelo menos cinco dias antes do embarque, avançou a Administração da Aviação Civil da China (CAAC) no seu portal electrónico. O teste terá que ser conduzido em instalações designadas pelas autoridades chinesas ou reconhecidas pelas embaixadas da China nos países de origem.

As embaixadas avaliarão cuidadosamente a capacidade de conduzir testes de despistagem dos países de origem dos viajantes e reservam-se o direito de emitir procedimentos de viagem quando as condições de realização dos exames forem satisfeitas, disse a CAAC.

O anúncio chega numa altura em que vários países se deparam com dificuldades com a capacidade e a velocidade da realização de exames. Em partes dos Estados Unidos, os resultados dos exames podem demorar até duas semanas até serem aferidos. Noutros países, os exames de ácido nucleico destinam-se apenas  a pessoas que tiveram contacto próximo com pacientes com Covid-19 ou que apresentam sintomas da doença.

No mês passado, a CAAC permitiu que mais companhias aéreas estrangeiras retomassem as ligações para a China e aumentassem o número de voos tendo em vista a recuperação económica. Na sexta-feira, a alemã Lufthansa disse que vai duplicar o número de voos de e para a China continental nas próximas semanas, e a Air France KLM anunciou que recebeu aprovação para aumentar a quantidade de voos com destino ao Continente.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.