Vice-presidente da Sands nadou quinze quilómetros em prol dos animais

Mark McWhinnie, responsável pelas Operações Hoteleiras da Sands China, angariou 90 mil patacas com a participação na Clean Half Extreme Marathon, prova que se disputou em Hong Kong no início de Outubro. O dinheiro – e um donativo de igual valor atribuído pela concessionária de jogo – foram entregues  à Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau.

Um executivo de topo da Sands China nadou recentemente 15 quilómetros em águas abertas com o propósito de angariar dinheiro para a AAPAM – Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau. Mark McWhinnie, vice-presidente da Sands China para as Operações Hoteleiras e o Desenvolvimento , cumpriu com sucesso os 15 quilómetros  da Clean Half Extreme Marathon, disputado na vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong, tendo angariado um total de 90 mil patacas em donativos feitos por outros atletas. A concessionária de jogo igualou o donativo feito por McWhinnie, pelo que a façanha do vice-presidente da concessionária de jogo rendeu à Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau um encaixe de 180 mil patacas. 

Para se preparar para a prova,  Mark McWhinnie nadou no total 285 quilómetros ao longo dos últimos quatro meses. Com 15 quilómetros, a Clean Half Extreme Marathon é a mais longa e mais exigente prova de natação em águas abertas disputada no continente asiático. De acordo com um comunicado enviado à imprensa pela operadora de jogo, McWhinnie terminou a prova em pouco mais de cinco horas, tendo necessitado de cerca de 15, 400 braçadas para concluir a distância e queimado qualquer coisa como 4300 calorias para ligar Stanley a Deep Water Bay. 

O vice-presidente da Sands China foi um dos onze atletas que disputaram a edição de 2018 da Clean Half Extreme Marathon a título individual, ainda que tenha contado com o apoio permanente de uma embarcação: “Foram necessárias muitas, muitas horas de treino para preparar a participação nesta Maratona, mas valeu bem a pena”, diz Mark McWhinnie, citado na nota de imprensa. “Estou muito feliz por ter competido neste encontro com o propósito de angariar dinheiro para a APPAM, uma organização cujo trabalho respeito muito. Fico muito contente pelo facto da Sands China ter igualado o montante que angariei com um donativo em nome da empresa.

Os dois donativos foram entregues à presidente da Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau, Yoko Choi Wing Chi, no final da semana passada. 

Mark McWhinnie, responsável pelas Operações Hoteleiras da Sands China, angariou 90 mil patacas com a participação na Clean Half Extreme Marathon, prova que se disputou em Hong Kong no início de Outubro. O dinheiro – e um donativo de igual valor atribuído pela concessionária de jogo – foram entregues  à Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau.

Um executivo de topo da Sands China nadou recentemente 15 quilómetros em águas abertas com o propósito de angariar dinheiro para a AAPAM – Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau. Mark McWhinnie, vice-presidente da Sands China para as Operações Hoteleiras e o Desenvolvimento , cumpriu com sucesso os 15 quilómetros  da Clean Half Extreme Marathon, disputado na vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong, tendo angariado um total de 90 mil patacas em donativos feitos por outros atletas. A concessionária de jogo igualou o donativo feito por McWhinnie, pelo que a façanha do vice-presidente da concessionária de jogo rendeu à Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau um encaixe de 180 mil patacas. 

Para se preparar para a prova,  Mark McWhinnie nadou no total 285 quilómetros ao longo dos últimos quatro meses. Com 15 quilómetros, a Clean Half Extreme Marathon é a mais longa e mais exigente prova de natação em águas abertas disputada no continente asiático. De acordo com um comunicado enviado à imprensa pela operadora de jogo, McWhinnie terminou a prova em pouco mais de cinco horas, tendo necessitado de cerca de 15, 400 braçadas para concluir a distância e queimado qualquer coisa como 4300 calorias para ligar Stanley a Deep Water Bay. 

O vice-presidente da Sands China foi um dos onze atletas que disputaram a edição de 2018 da Clean Half Extreme Marathon a título individual, ainda que tenha contado com o apoio permanente de uma embarcação: “Foram necessárias muitas, muitas horas de treino para preparar a participação nesta Maratona, mas valeu bem a pena”, diz Mark McWhinnie, citado na nota de imprensa. “Estou muito feliz por ter competido neste encontro com o propósito de angariar dinheiro para a APPAM, uma organização cujo trabalho respeito muito. Fico muito contente pelo facto da Sands China ter igualado o montante que angariei com um donativo em nome da empresa.

Os dois donativos foram entregues à presidente da Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Macau, Yoko Choi Wing Chi, no final da semana passada. 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.