Macau recebeu três milhões de visitantes em Fevereiro

O número é o mais vasto desde Agosto de 2014, mês em que a barreira dos três milhões de visitantes foi pela última vez ultrapassada. A República Popular da China continua a ser o local de onde é oriunda a maior parte dos turistas que assomam ao território.

Macau foi visitada por um mar de gente em Fevereiro, numa enxurrada de visitantes que já não tinha paralelo desde Agosto de 2014. De acordo com os dados revelados esta sexta-feira pela Direcção dos Serviços de Estatísticas e Censos, no mês passado o território acolheu mais de três milhões de visitantes.

Em Fevereiro chegaram a Macau 3.070.937 visitantes, o que representa um aumento de 12 por cento em termos mensais e de 23,1 por cento em termos anuais, devido aos feriados prolongados do ano novo chinês, indicou a DSEC. Os números de turistas – 1.396.068 – e de excursionistas – 1.674.869 – registaram uma subida de 13,3 por cento e de 32,6 por cento, respectivamente, em termos anuais.

No mês de fevereiro, entraram em Macau 2.286.989 visitantes oriundos da República Popular da China principalmente das províncias de Guangdong (1.141.703) e de Zhejiang (76.439) e de Xangai (72.241), mais 37,3 por cento em termos anuais, adiantou o organismo. Nos primeiros dois meses deste ano, Macau recebeu 5.812.402 visitantes, mais 8,2 por cento relativamente ao período homólogo do ano anterior.

Os números de turistas (2.879.175) e de excursionistas (2.933.227) registaram aumentos homólogos de 11 por cento e de 5,7 por cento, respectivamente.

De acordo com a DSEC, em Fevereiro o número de visitantes de Hong Kong (501.753) subiu 0,1 por cento, em termos anuais, enquanto os da Coreia do Sul (71.633) e os de Taiwan (79.670) diminuíram 13,4 por cento e 8,4 por cento, respectivamente. Os visitantes provenientes dos Estados Unidos (13.479), do Canadá (5.802) e do Reino Unido (4.143) aumentaram em termos anuais, mas o número de visitantes da Austrália (4.970) desceu.

Os turistas ficaram, em média, 2,1 dias e os excursionistas permaneceram 0,2 dias no território, de acordo com o Governo.

O visitante refere-se a qualquer pessoa que tenha viajado para Macau por um período inferior a um ano, um termo que se divide em turista (aquele que passa pelo menos uma noite) e excursionista (aquele que não pernoita). Em 2017, chegaram a Macau 32,61 milhões de visitantes, mais 5,4 por cento do que em 2016, recorda a agência Lusa.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.