Indonésia: Aldeões esventraram tigre de Sumatra

A matança ocorreu no norte da ilha de Sumatra, região em que o perímetro florestal tem vindo a desaparecer a olhos vistos para dar lugar a plantações de palma. Antes de ser abatido, o animal feriu com gravidade dos residentes da aldeia de Hatpangan.

Os residentes de uma pequena aldeia isolada da Indonésia esventraram um tigre de Sumatra e suspenderam o cadáver do animal no tecto de um edifício comunitário depois do animal ter atacado dois aldeões que o perseguiam, indicou esta segunda-feira o porta-voz de uma organização não governamental de defesa dos direitos dos animais.

A União Internacional para a Conservação da Natureza estima que só existam entre 400 e 500 tigres de Sumatra em estado selvagem.

Os conflitos entre animais e humanos são cada vez mais frequentes no maior arquipélago do planeta. Os recontros são particularmente frequentes em zonas onde o perímetro florestal foi destruído para dar lugar a plantações de palma. A tendência tem contribuido para uma redução significativa do habitat natural dos animais, que sem lugar para se esconder acabam por ficar mais susceptíveis a encontros indesejados.
Em Hatpangan, uma pequena aldeia do norte da Ilha de Sumatra, os residentes julgaram inicialmente que o tigre seria uma criatura sobrenatural e seguiram-no floresta adentro. O felino, que tinha sido visto nas imediações da aldeia, em Fevereiro, atacou o grupo de aldeões que o seguiram, ferindo com gravidade duas pessoas, explicou à agência AFP o porta-voz de uma ONG local, Hotmauli Sianturiun.
Face aos acontecimentos, os residentes de Hatpangan anunciaram a intenção de matar o tigre, não obstante os aletas feitos pela organização de Sianturiun, lembrando que o tigre de Sumatra é uma espécie protegida.
“Infelizmente, não escutaram os nossos apelos. Insistiram e acabaram por matar o tigre”, disse o activista à AFP. Sinaturiun adiantou ainda que um membro da organização a que pertence foi imobilizado pelos moradores de Hatapangan quando procurou impedir o abate do animal. A polícia indonésia abriu uma investigação para apurar o sucedido.
O tigre de Sumatra é uma espécie em risco crítico dde extinção, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza. O organismo estima que o número de animais em estado selvagem oscile entre os 400 e o meio milhar.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.