São Valentim: Associação promove adopção com encontros com cães e gatos

É dos dias mais complicados do ano para quem não tem parceiro, mas uma organização não governamental das Filipinas tem uma solução para a melancolia do dia de São Valentim. A PAWS, associação de protecção dos direitos dos animais, promove, até ao final da semana, encontros afectivos entre solteiros e animais destinados à adopção.

A ideia tem tanto de curioso, como de pouco habitual. No dia em que milhões por todo o mundo celebram o magnetismo da vida a dois, uma Organização Não Governamental das Filipinas propõe aos solteiros que gostam de animais uma abordagem alternativa ao dia de São Valentim.

Afectos de quatro patas. Dezenas de filipinos acederam ao desafio lançado por uma ONG e passaram o dia de São Valentim na companhia de um animal.

Com o propósito de promover a adopção, a Sociedade de Conforto Animal das Filipinas (PAWS, a partir da designação em língua inglesa) promove encontros afectivos com cães e gatos: “Queremos demonstrar que um animal resgatado é capaz de oferecer amor incondicional”, declarou à Efe Sharon Bengzon, dirigente do organismo.

A sede da associação em Quezon, na zona metropolitana de Manila, transformou-se hoje num restaurante improvisado, com mesas baixas onde os solteiros interessados podem partilhar uma refeição com a sua eventual cara-metade canina ou felina.

Na sala de cerimónias da organização, os participantes podem tomar parte num destes encontros mediante o pagamento de 300 pesos, qualquer coisa como 46 patacas. O menu do encontro “romântico” consiste em bolachas e brownies para os humanos e de biscoitos e outras iguarias para os animais, com o objectivo de garantir a fidelidade tanto de cães, como de gatos.

Se o namoro e o casamento são as manifestações mais elevadas do amor entre humanos, com a iniciativa, a PAWS tem por objectivo fomentar “uniões para a vida”, através de procedimentos de adopção.

Desde que o centro abriu, ao meio-dia desta quarta-feira, já recebeu dezenas de visitantes, ao ponto da iniciativa se ter tornado viral nas redes sociais do país, com dezenas de participantes a documentarem através de “selfies” aquele que terá sido o seu encontro de São Valentim mais exótico: “Está a vir muita gente. Para esta noite já estamos completamente cheios e decidimos alargar, por isso, a iniciativa até ao final da semana”, adiantou Bengzon em declarações à agência Efe.

A representante da PAWS explicou ainda que a associação decidiu pôr a iniciativa em andamento “aproveitando a popularidade dos “cat” e dos “dog caffes”, cada vez mais numerosas no país. Uma popularidade que se explica com o facto de os “filipinos adorarem animais”, sublinha Sharon Bengzon.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.