APOMAC angaria máscaras em Portugal, no Canadá e na Austrália

A Associação dos Aposentados, Reformados e Pensionistas de Macau (APOMAC) está a angariar máscaras em Portugal, Canadá e Austrália para prevenir falhas no fornecimento governamental causadas pela crescente procura devido ao Covid-19. A informação foi prestada por Jorge Fão à agência Lusa.

“Tivemos de pensar que, se por acaso, um dia, o Governo tiver dificuldade em fornecer (…) nós temos de ter máscaras em número suficiente para os nossos associados”, que ascendem a cerca de um milhar, explicou Jorge Fão, da Associação dos Aposentados, Reformados e Pensionistas de Macau (APOMAC).

O Governo foi obrigado a fazer uma encomenda de 20 milhões de máscaras de países como Portugal e Estados Unidos da América, face à falta de resposta do mercado chinês, e decidiu mesmo racionar a sua venda, com a população a apenas poder adquirir 10 máscaras a cada 10 dias.

À APOMAC, chegaram já 350 máscaras e nos próximos dias deverão chegar mais meio milhar, com Portugal e Austrália a serem os países de origem dos donativos seguintes, acrescentou: “Tem havido muito trabalho, (…) tivemos de trabalhar nos bastidores”, sublinhou o presidente da associação, destacando o esforço da APOMAC desde que Macau se viu confrontada com o surto do novo coronavírus, através do reforço no apoio domiciliário junto dos associados que possuem maiores dificuldades ao nível da mobilidade.

“Temos mais de 300 associados para cima dos 80 anos de idade, [que] já praticamente não saem, uns acamados… E nós temos estado a prestar assistência a essas pessoas, daí que nós também tivemos de angariar essas máscaras, esse álcool e gel [desinfectante]”, assinalou.

A ajuda prestada aos reformados e pensionistas traduz-se no transporte ao hospital e no apoio médico e de enfermagem.

Por outro lado, com as pessoas mais fechadas em casas, após os apelos do Governo para que só saíssem à rua em situações excepcionais, motivou “mais solicitações” para se levar as refeições para os respectivos domicílios, “para se evitar o [risco de] contágio” perante o surto do coronavírus Covid-19, frisou Jorge Fão.

Macau conta actualmente com cinco casos de infecção no território. Dos 10 casos identificados desde o início do surto, cinco já receberam alta hospitalar.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.