Open de Golfe de fora dos planos do Instituto do Desporto

O Instituto do Desporto não vai organizar mais nenhuma edição do Open de Golfe de Macau.. O organismo justifica a decisão com o facto da prova, que durante vários anos foi patrocinada pela Sands China, não conseguir atrair patrocinadores.

O Instituto do Desporto confirmou esta terça-feira que vai deixar de organizar o Open de Golfe do território, noticiou a Macau News Agency.

O organismo liderado por Pun Weng Kun justifica a decisão com o facto da competição ter deixado de atrair patrocinadores: “Dado que não há empresas que se queiram associar à competição na qualidade de patrocinadores principais, nem o Instituto do Desporto, nem a Associação de Golfe de Macau têm a intenção de organizar futuras edições do Open de Golfe”, adiantou o organismo, em declarações à Macau News Agency.

A prova, que distribuiu no ano passado, um prémio monetário no valor de meio milhão de dólares norte-americanos foi até 2016 patrocinada pela Sands China, designando-se como tal por “The Venetian Macao Open”. A competição realiza-se desde 1998, sendo que o único ano em que a prova foi interrompida foi em 2010. A prova disputa-se habitualmente em Outubro, mas o Macau Golf and Country Club, instituição que gere o green de Coloane, começa habitualmente a preparar o certame em meados de Junho.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.