Van Damme salva a vida de Raya, “chihuahua” com passaporte falso

A intervenção do actor belga Jean-Claude Van Damme permitiu salvar a vida de uma cadelinha enviada da Bulgária para a Noruega com um “passaporte falso”, afirmou uma associação de defesa dos animais esta segunda-feira.

“A cadelinha chama-se Raya e não pôde ser registada devido ao passaporte falso. Por isso, a Noruega ameaçou aplicar a eutanásia se as autoridades búlgaras não se responsabilizassem por ela”, explicou à AFP Yavor Guetchev, da associação Vier Pfoten (“Quatro Patas”).

Mas o cidadãos norueguês que adquiriu a cadelinha lançou uma petição na Internet que chamou a atenção da estrela belga de Hollywood: “Para o meu aniversário, peço às autoridades (búlgaras): mudem a vossa decisão (…). Não podem matar essa pequena chihuaha”, pediu Van Damme no fim de semana, num vídeo compartilhado nas redes sociais.

Por fim, a Bulgária, que justificou a sua decisão pelas estritas regras sanitárias da União Europeia, as quais proíbem a entrada no território de animais vivos com documentos de viagem irregulares, decidiu abrir uma excepção e aceitar o regresso de Raya: “Devemos congratular as autoridades búlgaras por serem flexíveis, mas é necessário que exerçam um controlo mais rígido sobre a criação clandestina e as redes ilegais de comércio de animais”, afirmou Guetchev.

Vários países da Europa central e oriental, como a Eslováquia, a Hungria e a Bulgária, especializaram-se na criação de cães de raça, que depois são vendidos na Europa ocidental, explicou o responsável da associação.

Comprar um chihuahua é dez vezes mais caro na Noruega do que na Bulgária, onde o tráfico ilegal de animais prevalece.

A história da cadelinha Raya lembra a da vaca Penka, que por um erro cruzou a fronteira com a Sérvia e teria que ser sacrificada em Maio por ter abandonado o território da União Europeia. Mas este animal conseguiu que a sua vida fosse salva, após uma campanha de solidariedade criada pelo cantor britânico Paul McCartney.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.