Cobra-real de quatro metros capturada em esgoto tailandês (c/vídeo)

Uma cobra-real com quatro metros foi retirada de um esgoto no sul da Tailândia, numa operação que se prolongou por mais de uma hora, informou esta terça-feira a fundação responsável pelo resgate. Os funcionários do organismo caracterizaram o réptil como um dos maiores que já capturaram.

As imagens da operação de captura mostram um homem a perseguir a serprent – a cobra venenosa que atinge maiores dimensões – por um tubo de drenagem estreito e escuro.

O animal cuspiu na água e tentou regressar ao cano, mas foi puxada pela cauda ao fim de várias tentativas. Um segurança da localidade foi quem alertou o grupo de resgate no domingo: “Sete membros da equipa de resgate, incluindo eu, fomos ao local”, disse Kritkamon Kanghae, de 26 anos. O responsável acrescentou que a localidade onde o animal foi encontrado foi construída em terrenos onde antes se erguia uma floresta.

Kritkamon adiantou que a cobra tinha mais de quatro metros de comprimento, pesava 15 quilos e foi a terceira mais longa que o grupo de resgate encontrou.

O animal foi mais tarde libertado numa área natural.

A presença de serpentes em zonas urbanas é habitual na Tailândia, país que conta com várias espécies de cobras autóctones.

As cobras tornaram-se uma dor de cabeça para os moradores de Banguecoque, onde o corpo de bombeiros responde a chamadas frequentes de moradores alarmados.

As autoridades estão divididas entre a erradicação ou a preservação dos répteis porque ajudam a controlar as populações de ratos, que ameaçam as plantações e as reservas de alimentos.

As cobras-reais, no entanto, alimentam-se principalmente de outras cobras.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.