Judiciária “silencia” duas estações base ilegais

A polícia de investigação do território pôs a descoberto duas estações base ilegais, uma na zona do Porto Exterior e a outra na zona de Sai Van. A operação resultou na detenção de cinco cidadãos chineses e de um residente do território, suspeitos de fazer publicidade ilegal ao jogo.

A Polícia Judiciária prendeu na última noite cinco cidadãos da República Popular da China e um residente do território, suspeitos de operarem estações base ilegais para publicitar salas de jogo.

Uma das estações base foi descoberta numa unidade residencial da zona de Sai Van, noticiou a emissora em língua chinesa da Rádio Macau.

No apartamento em causa estavam alojadas cinco pessoas, de ambos os sexos, que tinham como missão operar as estações base a troco de uma remuneração de 200 patacas por dia. Com idades compreendidas entre os 33 e os 50 anos, os suspeitos revelaram, após interrogatório, que tinham sido contratados para o efeito no Continente.

Numa outra operação, a polícia de investigação do território descobriu uma segunda estação base num apartamento do Porto Exterior. A iniciativa resultou na detenção de um residente de Macau, de 22 anos e na apreensão de equipamento informático, adiantou a Ou Mun Tin Toi.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.