Banco da China. Terminais ATM sofrem “apagão programado” no fim-de-semana

Em causa está a actualização do sistema informático utilizado pelas agências do BOC no território. A instituição bancária aconselha os clientes a evitar transacções de natureza financeira – a compra e venta de acções e títulos bolsistas – enquanto se processa a actualização informática.

Entre 23 e 25 de Março, os terminais automáticos de levantamento de dinheiro do Banco da China não vão estar operacionais, o mesmo sucedendo com os serviços de “online banking” providenciados pela sucursal do território da entidade bancária. A notícia foi avançada à emissora em língua chinesa por um responsável do banco, que explica a interrupção da prestação de ambos os serviços com a actualização do sistema informático utilizado pelas agências do Banco da China na RAEM.

O vice-presidente do BOC em Macau explicou que Macau partilhava com a vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong um mesmo sistema de gestão de contas, passível de ser afectado por fenómenos de redundância. A intervenção agendada para o próximo fim-de-semana tem por propósito autonomizar as agências do território em termos de gestão de dados. O responsável pelo Banco da China garante que o processo de transferência dos dados para o novo sistema não coloca qualquer risco aos clientes. O vice-presidente da sucursal de Macau do Banco da China aconselha, ainda assim, os titulares de contas a evitar transacções de natureza financeira – a compra ou venda de títulos e acções – durante os quase três dias pelos quais se prolonga o processo de actualização.

O Banco da China enviou cerca de 600 mil mensagens de telemóvel e de e-mail aos seus clientes, com o propósito de os notificar acerca da actualização do sistema informático. O upgrade, garantem os responsáveis pela instituição bancária, vai facilitar os procedimentos de “online banking”, oferecendo novas opções aos clientes do banco.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.