Hong Kong. Nova leva de infecções suspende corredor aéreo com Singapura

O corredor aéreo que devia ligar as cidades de Hong Kong e Singapura foi suspenso no sábado (21), um dia antes de ser formalmente inaugurado, depois da vizinha Região Administrativa Especial ter anunciou um aumento repentino dos casos de infecção pelo novo coronavírus. Só este domingo foram detectados 68.

O Governo de Carrie Lam anunciou que o lançamento do projecto vai ser adiado por duas semanas. No sábado, a antiga colónia britânica registou 36 novos casos locais de coronavírus, após semanas com números na casa de um único dígito. Treze das 36 novas infecções dizem respeito a casos de transmissão desconhecidas, o que gera preocupação de que a cidade possa vir a enfrentar uma nova onda de infecções. Este domingo, as autoridades de Hong Kong identificaram 68 novos casos, o número mais alto dos últimos três meses. As novas infecções estão ligadas a várias academias de dança do território vizinho, onde um dos pacientes infectados supostamente dava aulas: “Esta série de infecções é um alerta de que o vírus da Covid-19 permanece connosco. Estamos todos a lutar para recuperar a normalidade, mas a viagem estará cheia de altos e baixos”, escreveu no Facebook o Secretário dos Transportes de Singapura, Ong Ye Kung. A decisão é um duro golpe tanto para as indústrias turísticas de ambas as cidades, como para outros países que esperavam que este projecto pudesse constituir  um modelo a imitar durante a pandemia.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.