Coreia do Norte. Apoiantes de Kim de máscara depois de desfile grandioso

Milhares de norte-coreanos lotaram na segunda-feira a praça Kim Il Sung de Pyongyang em apoio ao governo, fazendo uso de máscaras, ao contrário do sucedeu dois dias antes, no grandioso desfile militar que celebrou o 75º aniversário do Partido dos Trabalhadores, quando o presidente Kim Jong Un também não usou a protecção.

A mobilização aconteceu no início de uma “campanha de 80 dias”, que procura estimular a economia antes do Congresso do partido único, que decorre em Janeiro.

Algumas medidas da campanha – chamadas de “batalhas” – incluem a prorrogação das jornadas de trabalho e tarefas extraordinárias, esforços que são frequentes na Coreia do Norte em períodos prévios a eventos importantes: “Sigamos os passos de nosso querido líder, o camarada Kim Jong-un”, era um dos lemas das tropas, trabalhadores e estudantes que se reuniram na praça, todos protegidos com máscaras.

Pyongyang fechou as fronteiras devido à pandemia do novo coronavírus, que foi detectado pela primeira vez na vizinha República Popular da China. No desfile de sábado, no qual a Coreia do Norte exibiu os seus mísseis, Kim insistiu que o país não registou qualquer caso de infecção pela SARS-Cov2.

A Coreia do Norte enfrenta um ano difícil devido à pandemia de coronavírus e as tempestades recentes, que aumentam a pressão sobre o país, que tem sido objecto de sanções internacionais devido aos seus programas de armas nucleares e mísseis balísticos.

O vice-presidente do Comité de Assuntos de Estado, Pak Pong Ju, disse que os próximos 80 dias representam “um período de tempo muito importante e significativo para o nosso avanço revolucionário”, adiantou o jornal oficial Rodong Sinmun.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.