Tailândia. Manifestação pró-democracia mobilizou milhares na Tailândia

Milhares de tailandeses participaram, na segunda-feira, de um protesto contra o governo, na maior demonstração de descontentamento até agora organizada, tendo como alvo o Executivo liderado pelo primeiro-ministro Prayut Chan-O-Cha.

Empunhando bandeiras do arco-íris e retratos de activistas pró-democracia desaparecidos, os manifestantes invadiram o campus da Universidade Thammasat, localizado nos arredores da capital Bangcoc, ao início da tarde de segunda-feira.

““Chega de falsa democracia!”, dizia uma das faixas durante a manifestação, que mobilizou cerca de 4 mil pessoas, de acordo com um estimativa da agência AFP.

“Este é o momento de fazer com que as nossas vozes sejam ouvidas pelo governo, de dizer ao Governo que já chega”, disse um estudante, que pediu para não ser identificado.

Esta mobilização ocorre após várias semanas de manifestações estudantis quase diárias, denunciando a administração de Prayut Chan-O-Cha, considerada muito próxima dos militares.

Os organizadores renovaram esta segunda-feira as exigências de uma emenda à Constituição de 2017, pediram a dissolução do parlamento e exigiram que o Governo “pare de ameaçar o povo”.

O protesto reuniu uma multidão muito diversa, de representantes da comunidade LGBTQI a estudantes do ensino secundário, bem como muitos antigos ativistas pró-democracia.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.