Covid-19. Tóquio em alerta máximo devido a nova vaga de infecções

A cidade de Tóquio registou um aumento importante no número de casos de coronavírus e está em alerta máximo, anunciou na quarta-feira  a governadora da capital japonesa, Yuriko Koike.

“Os especialistas acabaram de me transmitir que a situação, no que diz respeito a novas infecções, está no nível 4 numa escala de 4, o que significa que parecem estar a aumentar”, afirmou Koike durante uma reunião sobre a pandemia.

O alerta “vermelho” na cidade, onde vivem 14 milhões de pessoas – que chegam a 37 milhões se for considerada a área metropolitana –  não vai levar, pelo menos por agora, ao encerramento de lojas ou a suspensão de eventos, garantiu o Executivo da capital japonesa.

De acordo com os especialistas, o aumento de casos é registado sobretudo entre os jovens e os principais focos de infecção tiveram origem em estabelecimentos nocturnos, nos locais de trabalho e também no seio das próprias famílias.

O estado de emergência no Japão, decretado em Abril e Maio não implicou um confinamento como o decretado em outros países, já que a lei não permite a aprovação de medidas coercitivas para que a população permaneça em casa.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, suspendeu no fim de Maio o estado de emergência a não parece muito inclinado a decretá-lo novamente devido à recessão económica que se abateu sobre o país.

As fronteiras do Japão, no entanto, permanecem fechadas e as autoridades japonesas negam a entrada no seu território de estrangeiros procedentes de mais de uma centena de países, incluindo os que têm visto de residência permanente.

Mas o número de casos diários está a aumentar e Tóquio registou na semana passada uma média de 243 contágios a cada 24 horas.

O Japão não foi um dos países mais afectados pela pandemia e até agora registou 22.500 casos e cerca de um milhar de mortes. Apesar do aumento do número de casos, Tóquio não regista mortes provocadas pela COVID-19 há três semanas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.