Filipinas. Milhares de pessoas evacuadas devido à erupção do vulcão Taal

Fotografia: Eric Yee;

Milhares de pessoas foram este domingo deslocadas de várias cidades depois de as autoridades das Filipinas terem elevado o alerta devido ao aumento da actividade do vulcão Taal, situado numa ilha próxima de Manila.

O Instituto de Vulcanologia e Sismologia das Filipinas subiu este domingo o alerta do nível 1 para 3, numa escala de cinco, depois de ter detectado um aumento da actividade na cratera e que gerou uma erupção de fumo de um quilómetro de altura.

As autoridades colocaram igualmente em marcha a evacuação dos municípios de San Nicolás, Balete e Talisay, próximas do vulcão situado a 65 quilómetros a sul de Manila, confirmou o porta-voz do Conselho Nacional de Redução de Risco de Desastres, Mark Timbal.

Por seu turno, o Aeroporto Internacional Ninoy Aquino de Manila, situado a sul da capital, anunciou às 18:27 locais a suspensão de todos os voos, tanto chegadas como partidas, devido à erupção do vulcão, de cuja cratera sai uma enorme coluna de fumo e cinza.

De acordo com dados de 2017, a população destes três municípios situava-se entre os 6.000 e os 10.000 habitantes. A Cruz Vermelha das Filipinas já se deslocou para a zona para ajudar com os trabalhos de evacuação das cidades.

O Departamento de Saúde advertiu que a exposição à cinza pode causar problemas de saúde, pelo que recomendou que os habitantes das zonas afectadas evitem estar ao ar livre e que, caso o façam, usem máscaras e óculos.

Milhares de turistas visitam todos os anos o vulcão Taal e alguns realizam excursões à sua cratera, parcialmente inundada e na qual é possível ver pequenas fumarolas.

O vulcão, que matou 1.300 pessoas em 1911 e 200 em 1965, faz parte de uma cadeia vulcânica que se estende pela região ocidental da ilha de Luzon.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.