Austrália. Nuvem de fumo dos incêndios atinge Chile e Argentina

O fumo dos gigantescos incêndios que estão a devastar a Austrália atingiu o Chile e a Argentina após terem percorrido mais de 12.000 quilómetros sobre o Oceano Pacífico, anunciaram esta segunda-feira os serviços meteorológicos dos dois países latino-americanos.

No início do dia, “o Sol registava tons vermelhos devido a uma nuvem de fumo proveniente dos incêndios”, indicou à agência noticiosa AFP Patricio Urra, um responsável do instituto meteorológico chileno.

A nuvem de fumo situa-se a 6.000 metros de altitude e não está previsto nenhum fenómeno meteorológico que possa fazê-la descer em direcção à superfície da terra, explicou.

Em simultâneo, o Serviço Meteorológico Nacional da Argentina (SMN) difundiu imagens de satélite que mostram uma nuvem de fumo “transportado por sistemas das frentes que se deslocam de oeste para leste”: “Que consequências pode ter? Nada de verdadeiramente importante, apenas um Sol um pouco mais avermelhado”, indicou o SMN no Twitter.

O serviço meteorológico Metsul, uma referência na região, indicou que os fumos poderão igualmente atingir o Rio Grande do Sul, o estado mais meridional do Brasil.

A Austrália enfrenta desde Setembro gigantescos incêndios que provocaram pelo menos 24 mortos e devastaram uma superfície equivalente à ilha da Irlanda.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.