Álbum de estreia de João Caetano apresentado no London Jazz Festival

Fotografia: Locanda Filmes:

“Rhythm & Fado”, um disco com 13 temas, vai ser apresentado no London Jazz Festival a 21 de Novembro. O álbum, produzido com o apoio do Instituto Cultural, vai ser depois progressivamente apresentado ao público, com a divulgação – nomeadamente através das redes sociais – de um tema por semana.

O primeiro álbum do percussionista e cantor João Caetano, “Rhythm & Fado”, uma “miscigenação do fado português com o jazz de Londres”, vai ser apresentado no London Jazz Festival, no próximo dia 21 de Novembro.

“Há uma miscigenação do fado português com o jazz aqui de Londres, onde vivo e passo a maior parte do meu tempo, mas também há elementos da música chinesa, porque nasci em Macau e essas influências estão sempre retratadas na minha música”, afirmou à Lusa.

O álbum de estreia, com “mais referências ao jazz e mais maduro”, explora diferentes dimensões musicais, com diversos instrumentos, e conta com a participação de músicos e guitarristas portugueses como Ângelo Freire, André Dias e Diogo Clemente.

Os 13 temas – incluindo um fado original e arranjos de canções de Toquinho e Vinicius de Moraes – vão ser apresentados pela primeira vez na capital britânica, no London Jazz Festival, o verdadeiro “pontapé de saída”.

Ao restante público, o músico vai dar a conhecer, a partir dessa data, apenas um tema por semana. Uma escolha, lembrou, que se prende com a “realidade da música hoje em dia” e com o “envolvimento das redes sociais”: “Este lançamento ‘online’ tem a ver com a realidade da música hoje em dia, que eu conheço e que estou envolvido também. Vou lançar o álbum em duas partes: a primeira parte até 2 de Janeiro e a segunda um pouco depois, ainda no primeiro trimestre de 2019”, disse.

A vontade de apresentar o álbum em Portugal e em Macau, onde nasceu e cresceu, é enorme. Mas, sublinhou, “está a trabalhar para ser apresentado no mundo inteiro”.

O projecto tem o apoio do Instituto Cultural de Macau, um apoio que o músico vê como “muito importante” para si e outros jovens do território, onde ainda não existe uma “indústria desenvolvida nesse aspecto”: “Já saí de Macau há anos, mas tenho fortes relações com Macau. É muito bom poder representar e dar a conhecer Macau noutras vertentes que não seja só o jogo”, disse.

Com um percurso musical amplo e variado, João Caetano é percussionista há oito anos da banda de jazz britânica Incognito.

 

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.