Tailândia. Turistas arriscam dez anos de prisão por “grafitar” monumento

Os acusados são um turista britânico e uma turista canadiana, ambos com 23 anos. Os suspeitos ter-se-ão embriagado e pintado com tinta negra um muro considerado como histórico pelas autoridades tailandesas.

Um turista britânico e uma canadiana podem vir a ser condenados na Tailândia a um máximo de 10 anos de prisão por suspeita de vandalismo. Os dois turistas são acusados de pintar grafites num muro histórico da cidade de Chiang Mai.

De acordo com os meios de comunicação locais tailandeses, os turistas, ambos com 23 anos, foram detidos pela polícia num ‘hostel’ onde se encontravam e foram levados a tribunal. O portal “Notícias de Chiang Mai” colocou esta sexta-feira no seu portal electrónico imagens de um vídeo captado por câmaras de vigilância junto à parte monumental da cidade onde surgem os dois turistas à noite a pintar o muro histórico com tinta preta.

Os agentes levaram os acusados ao local para a reconstituição do crime frente à comunicação social e autoridades, uma prática comum no país. A polícia disse que ambos admitiram o crime, salientando que estavam bêbados quando cometeram a infracção.

Se forem considerados culpados, poderão enfrentar uma pena de até 10 anos de prisão e uma multa de 33.000 dólares.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.