Hong Kong: Nevoeiro obrigou a desviar voos para Macau e Shenzhen

Um voo da Cathay Pacific oriundo de Paris e com destino a Hong Kong aterrou esta manhã no Aeroporto Internacional de Macau, depois de o nevoeiro que se abateu sobre Chek Lap Kok ter lançado o caos na principal plataforma aeroportuária da região do Delta do Rio das Pérolas.

O nevoeiro intenso que se abateu esta manhã sobre o Aeroporto Internacional da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong obrigou ao desvio de mais de uma dezena de voos, provenientes de regiões como a Europa ou a América do Norte, para os aeroportos de Macau e de Shenzhen, noticiou o South China Morning Post. O maior jornal em língua inglesa da antiga colónia britânica escreve ainda que a fraca visibilidade associada ao nevoeiro levou a que um número indeterminado de voos descolassem do Aeroporto de Chek Lap Kok com mais de uma hora de atraso.

Em média, os atrasos seriam, por volta das dez da manhã de cerca de uma hora, de acordo com um popular website de rastreamento de voos.

De acordo com o Observatório Meteorológico de Hong Kong, a visibilidade na zona em que está situado o Aeroporto Internacional de Hong Kong era de apenas 330 metros às primeiras horas da manhã.

A notícia de que pelo menos sete voos teriam sido desviados para Shenzhen e para o Aeroporto Internacional do território foi confirmada pela Cathay Pacific num comunicado enviado à imprensa: “Sete voos da Cathay Pacific com destino a Hong Kong foram desviados esta manhã para Macau e para Shenzhen devido à baixa visibilidade registada no Aeroporto Internacional de Hong Kong”, anunciou a transportadora aérea.

Os voos vão descolar para Hong Kong assim que a situação o permita. Os passageiros com voos de ligação a outros destinos contarão com o apoio dos funcionários do Aeroporto”, assegura ainda a empresa.

Uma fotografia colocada nas redes sociais e tirada na pista do Aeroporto da vizinha Região Administrativa Especial dava uma ideia do rigor da situação, com um avião completamente envolto num espesso manto de neblina.

Sendo a maior transportadora aérea da antiga colónia britânica, a Cathay Pacific foi das companhias mais afectadas. Às onze da manhã os voos da empres provenientes de Los Angeles e de Manchester permaneciam estacionados na plataforma do Aeroporto de Shenzhen, ao passo que o Aeroporto Internacional do território recebeu o voo da Cathay Pacific proveniente de Paris. A Hong Kong Airlines também foi afectada pelas condições atmosféricas que se abateram sobre o Aeroporto de Chek Lap Kok, com dois voos – provenientes de Banguecoque e de Auckland – a serem desviados para a vizinha metrópole continental de Shenzhen.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.