Licenças de jogo. David Chow quer que Executivo favoreça empresas locais

David Chow acredita que o Governo pode vir a conceder "duas ou três" novas licenças de jogo.

O presidente da Macau Legend Development deixou entender, em Pequim, que tem interesse em operar uma licença de jogo no território. David Chow acredita que o Executivo pode vir a avançar para a criação de duas ou três novas concessões.

O empresário David Chow quer que o Governo favoreça empresas do território caso decida atribuir novas licenças de exploração de jogo. Em declarações aos jornalistas em Pequim, o presidente do grupo Macau Legend Development mostrou-se convicto de que o Executivo não vai retirar a licença a nenhuma das concessionárias que operam no território e defende que uma tal posição seria contrária ao princípio de liberalização do mercado.

Chow Kam Fai defende, ainda assim, que a primeira fase do processo de liberalização da indústria do jogo favoreceu, sobretudo, empresas de capitais estrangeiro, uma situação que define como “injusta” para a população do território. O empresário, que se encontra a construir um empreendimento turístico de grandes dimensões em Cabo Verde, acredita que o Governo poderá atribuir entre “duas a três novas licenças” de exploração de jogo. Em declarações difundidas pela emissora em língua chinesa da Rádio Macau, o empresário defendeu, no entanto, que o Executivo deve favorecer empresas e empresários da RAEM na hora de estipular o nome das novas concessionárias de jogo.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.