Cartoon Xira 2018 com quatro criações de Rodrigo de Matos

"Trumplomacia". Um dos trabalhos de Rodrigo de Matos patentes na Cartoon Xira deste ano.

Quatro trabalhos de Rodrigo de Matos foram seleccionados para a maior mostra anual de cartoons portugueses. A Cartoon Xira passa em revista os principais acontecimentos do ano de 2017 e este ano homenageia o artista argentino Oscar Grillo.

Rodrigo de Matos, cartoonista português radicado em Macau há oito anos, é um dos criadores representados na edição de 2018 da Cartoon Xira, uma exposição organizada por António, um dos mais reputados cartoonistas portugueses.

Rodrigo de Matos vive em Macau desde o final de 2009 e é colaborador do semanário Expresso.

O certame reúne anualmente centenas de trabalhos de criadores portugueses, com o propósito de permitir através das suas criações uma retrospectiva dos eventos e das histórias que pautaram o mundo ao longo do último ano. Rodrigo de Matos está representado na exposição por quatro trabalhos: “Sou convidado todos os anos para fazer parte da colectânea dos melhores cartoons do ano publicados em Portugal. Cada cartoonista selecciona cerca de uma dúzia de cartoons que publicou ao longo do ano sobre os grandes temas que pautaram a actualidade e os responsáveis pelo evento fazem depois a escolha”, explicou Rodrigo de Matos ao Expediente Sínico.

Para além de passar o ano em revista através dos melhores cartoons publicados na imprensa portuguesa, a Cartoon Xira homenageia também todos os anos uma com provas dadas no universo do cartoon a nível internacional. Este ano, o homenageado é o artista argentino Oscar Grillo. A Cartoon Xira 2018 apresenta cerca de uma centena de trabalhos assinados por Grillo, que esclareceu que alguns dos trabalhos expostos não eram mais do que “erros”. O cartoonista argentino diz que os guardou para poder utilizar o verso da folha para novas criações.

Na edição de 2018 da Cartoon Xira há figuras ubíquas, como Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong-un. No ano em que morreu Mário Soares e em que o país ardeu, o antigo presidente da República e Constança Urbano de Sousa foram algumas das figuras que serviram de inspiração a trabalhos publicados no ano passado na imprensa portuguesa. A antiga Ministra da Administração Interna do Governo de Lisboa, que se demitiu na sequência dos catastróficos incêndios que reduziram a cinzas uma boa parte de Portugal, visitou a exposição e posou para a fotografia à frente de alguns dos trabalhos que inspirou. O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e o presidente do Eurogrupo, Mário Centeno são outras das personalidades públicas sobre as quais incidiu com grande frequência o olhar crítico dos cartoonistas portugueses.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.