Papa usa máscara pela primeira vez em público

O papa Francisco usou uma máscara em público pela primeira vez na terça-feira quando ele e outros líderes religiosos participaram numa sessão de oração pela paz ao redor do mundo.

O papa usou uma máscara branca durante a cerimónia na Basílica de Santa Maria em Aracoeli, em Roma. Anteriormente tinha usado uma máscara apenas dentro de um carro que o transportou para a sua  audiências semanal no Vaticano.

O Papa vinha a ser criticado, particularmente nas redes sociais, por não usar uma máscara nas suas audiências gerais e por se aproximar relativamente perto de visitantes.

Francisco, de 83 anos, participou na cerimónia desta terça ao lado de outros líderes cristãos, incluindo o patriarca Bartolomeu, líder espiritual dos cristãos ortodoxos.

Ao mesmo tempo, noutros locais de Roma, judeus rezaram na sinagoga da cidade e líderes budistas, sikhs e muçulmanos também rezaram pela paz.

O evento acontece numa altura em que Itália regista um grande aumento no número de casos de infecção por Covid-19.

Também houve um pico relativamente pequeno no Vaticano, onde quatro membros da Guarda Suíça, corporação de elite que usa roupas coloridas e é responsável por proteger o Papa, também testaram positivo para a doença.

O evento anual foi iniciado pelo falecido papa João Paulo II e pela comunidade católica romana de Santo Egídio em 1986. O evento teve o seu tamanho reduzido neste ano por causa da pandemia de coronavírus.

O papa, assim como os demais líderes religiosos presentes, retiraram a sua máscara quando leu p seu discurso, mas colocou-a novamente ao terminar de falar.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.