Moçambique. Zambeze vai receber nova mega-barragem

A construção da nova barragem de Mphanda Nkuwa, no centro de Moçambique, deverá custar ao Governo de Maputo 3,5 mil milhões de euros. O montante engloba os estudos já conduzidos e abrange ainda a construção da central hidroelétcrica propriamente dita  e da linha de transporte de energia Tete-Maputo.

A informação foi avançada à agência Lusa por Carlos Yum, director do Gabinete de Implementação da Projecto Hidroelétrico de Mphanda Mkuwa, citado pelo portal noticioso África 21 Digital.

O projecto de edificação de uma nova barragem no rio Zambeze, na região de Mphanda Nkuwa, foi relançado há dois anos pelo presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi. Situada 60 quilómetros a jusante de Cahora Bassa, a central hidroeléctrica deverá ser a segunda maior do país quando estiver concluída.

Para Carlos Yum, o projecto hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa é um “projecto estruturante”, dado que a energia gerada deverá vir a ser exportada para os países da região: “A linha vai funcionar como uma autoestrada, no futuro outras centrais poderão utilizar parte da infra-estrutura, tanto a nível interno como regional”, acrescentou o responsável.  Yum foi empossado na quarta-feira da semana passada para o cargo de director do Gabinete de Implementação do Projecto Hidroeléctrico de Mphanda Nkuwa.

Até a data da sua nomeação, Carlos Yum era administrador da Electricidade de Moçambique.

Em Setembro de 2019, o Governo moçambicano seleccionou um consórcio de quatro empresas para prestar assistência técnica na elaboração do projecto de Mphanda Nkuwa.

Em entrevista à agência Lusa, há um ano – após relançado o projecto – o vice-ministro da Energia e Recursos Minerais de Moçambique, Augusto de Sousa, referiu que a barragem de Mphanda Nkuwa deverá demorar, pelo menos, mais uma década até estar construída e em funcionamento.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.