Para Macau rapidamente e em força. TNR’s fogem em massa à quarentena (c/vídeo)

Fotografia: Expediente Sínico

A decisão, anunciada na segunda-feira pelo Governo, de submeter a uma quarentena de catorze dias os trabalhadores não-residentes que vivem do outro lado das Portas do Cerco, suscitou uma corrida aos postos fronteiriços, com centenas de trabalhadores do Continente a tentarem entrar em Macau antes que a medida decretada pelo Executivo entre em vigor, na quinta-feira.

Até às 16 horas desta terça-feira entraram em Macau mais de 20 mil trabalhadores não residentes, de acordo com as informações avançadas pelo Corpo de Polícia de Segurança Pública. O número esconde um aumento de 36 por cento face ao mesmo período de segunda-feira.

Para além dos trabalhadores não-residentes, até às quatro da tarde, 13 478 residentes cruzaram os postos fronteiriços do território, mais 29 por cento face ao número registado até igual período de segunda-feira.

Apesar do aumento exponencial no tráfego fronteiriço, a PSP garante que não se verificarem grandes concentrações nos postos fronteiriços e sustenta que o aumento do movimento nas fronteiras é normal e já se verifica desde o fim-de-semana, quando o regresso ao activo dos serviços da função pública foi anunciados.

Na segunda-feira entraram no território 4300 turistas, um valor que é 53 por cento superior ao registado no domingo passado, de acordo com a Rádio Macau.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.