Interpol pede explicações sobre desaparecimento de Hongwei Meng

O presidente da Interpol encontra-se desaparecido desde 29 de Setembro, data em que regressou à República Popular da China. A organização policial internacional enviou um pedido formal a Pequim no sentido de esclarecer o que poderá ter sucedido com Hongwei Meng.

A Interpol endereçou um pedido formal às autoridades da República Popular da China para obter informações sobre o desaparecimento de Hongwei Meng, presidente da organização policial internacional, que inclui 192 países membros.

A organização policial, com base em Lyon, em França, informou este sábado que solicitiou, através de canais oficiais, informações às autoridades da República Popular da China sobre a “situação do presidente da Interpol”.

“A secretaria-geral aguarda com expectativa uma resposta oficial das autoridades da China sobre as preocupações com o bem-estar do presidente”, lê-se na nota divulgada no site da organização.

A mulher de Hongwei Meng referiu ter perdido o contacto com o marido, desde que este deixou a cidade francesa no final de setembro rumo à China.

Em França foi lançada também uma investigação, com as autoridades a indicarem que Meng, 64 anos, embarcou e chegou à República Popular da China a 29 de Setembro.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.