O que têm em comum a Cambridge Analytica e Pang Nga Koi?

A informação é avançada pelo The New York Times. A Cambridge Analytica associou-se à promoção da oferta inicial de moeda anunciada pela Dragon Coin no Verão passado. O jornal identifica o antigo líder da tríade 14K como o principal patrocinador da nova criptomoeda.

A empresa que está no epicentro do escândalo decorrente do uso de dados pessoais de utilizadores do Facebook com fins políticos tentou entrar no universo das criptomoedas com o lançamento da sua própria moeda virtual. De acordo com documentos e emails a que o New York Times teve acesso, a empresa ter-se-á ainda associado à Dragon Coin com o propósito de promover uma outra criptomoeda. Com ligações ao antigo líder da tríade catorze quilates, Wan Kuok Koi, a Dragon Coin anunciou no final do ano passado a intenção de lançar um processo de oferta inicial de moeda no valor de 500 milhões de dólares.

Em entrevista ao The New York Times, Brittany Kaiser, uma antiga funcionária da Cambridge Analytica revelou que, com a criação da sua própria moeda virtual, a empresa tinha por objectivo angariar dinheiro para financiar a criação de um sistema que ajudasse utilizadores a armazenar dados pessoais para depois vender a anunciantes.

O escândalo suscitado pela obtenção ilegal dos dados pessoais de cerca de 87 milhões de utilizadores do Facebook terá obrigado a Cambridge Analytica a colocar o projecto em segundo plano.

Para além de trabalhar no lançamento da sua própria moeda virtual, a Cambridge Analytica associou-se no Verão passado à Dragon Coin com o propósito de lançar uma moeda virtual direccionada em particular para apostadores e para o segmento VIP do mercado do jogo.

A empresa, que terá tido um papel importante na eleição de Donald Trump para a presidência norte-americana e no resultado do referendo sobre o Brexit, terá assumido o desafio de atrair parceiros e investidores à oferta inicial de moeda promovida pela Dragon Coin. Alguns terão voado para o território com despesas totalmente custeadas pela empresa com o propósito de participar num evento promovido pela Dragon Coin em Macau.

No final de Setembro, o South China Morning Post publicou uma fotografia do certame em que Wan Kuok Koi é visto a segurar o contrato de criação da nova moeda. Num email enviado a eventuais investidores, e que também teve Brittany Kaiser como destinatária, Paul Moynan, co-fundador da Dragon Coin identificou o antigo líder da 14 Quilates como o principal patrocinador do processo de oferta inicial de moeda.

Um documento enviado em Setembro a potenciais investidores adiantava que a empresa teria assinado uma parceria com a Visa com o propósito de emitir um cartão de débito. Uma porta-voz da Visa negou posteriormente a informação, assegurando que a emissão do cartão acabou por nunca ser aprovada.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.