FIC distribuiu 2,178 milhões em apoios no primeiro trimestre

Fotografia: Macau News

A Filmes Free Dreams Limitada e a Balão Vermelho foram as entidades que mais dinheiro encaixaram. A Free Dreams foi buscar 660 mil patacas para criar uma base de produção cinematográfica e de pós-produção no território.

No primeiro trimestre do ano, o Fundo para as Indústrias Culturais atribuiu mais de 2,178 milhões de patacas em apoios, de acordo com um despacho esta manhã publicado em Boletim Oficial. A maior fatia do financiamento, no valor de 660 mil patacas, foi concedida à Companhia de Produção de Filmes Free Dreams Limitada.

O montante, de acordo com a lista de projectos apoiados entre Janeiro e Março, diz respeito à atribuição da primeira prestação de apoio financeiro ao projecto “Base de produção cinematográfica e pós-produção”.

A segunda maior fatia das verbas atribuídas pelo Fundo para as Indústrias Culturais nos três primeiros meses do ano sorriu à empresa Balão Vermelho Limitada, responsável pela organização da primeira edição da exposição “Photo Macau’. A terceira prestação de apoio concedida pelo Fundo ao Projec to teve o valor de 453 mil patacas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.