Comércio externo com valorização de 26,8 por cento

Em Janeiro e Fevereiro, o défice da balança comercial atingiu os 13 mil milhões de patacas. Nos dois primeiros meses do ano, o território exportou bens no valor de 1,94 mil milhões de patacas. As exportações, por sua vez, atingiram um volume de negócios da ordem dos 15 mil milhões de patacas.

Os valores do comércio externo subiram 26,8 por cento nos primeiros dois meses do ano, em relação ao período homólogo anterior, para 16,9 mil milhões de patacas, foi esta quarta-feira divulgado.

De acordo com a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), a RAEM exportou bens avaliados em 1,94 mil milhões de patacas, mais 3,4 por cento do que em Janeiro e Fevereiro de 2017.

O défice da balança comercial dos dois primeiros meses de 2018 fixou-se nos 13 mil milhões de patacas, já que o valor das importações alcançou os 15 mil milhões de patacas, mais 30,6 por cento em termos anuais.

De acordo com os Serviços de Estatística e Censos, as exportações para a China continental atingiram, no período em análise, 323 milhões de patacas, mais 38,4 por cento em termos anuais.

O valor das exportações para as nove províncias do Delta do Rio das Pérolas, vizinhas de Macau, no sul do país, representaram 97,8 por cento da totalidade das exportações para a China continental.

Já as vendas para os Estados Unidos da América e os Estados Unidos da América caíram 39,4 por cento e 33,2 por cento, respectivamente, em termos anuais. As exportações para Hong Kong registaram uma descida de 2 por cento.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.