Taça AFC. Um Benfica para a história venceu em Pyongyang

Fotografia: Confederação Asiática de Futebol

Os campeões do território silenciaram um Estádio Kim Il-sung com 22 mil pessoas nas bancadas, ao derrotar o Hwaebul por 3-2. Carlos Leonel Fernandes voltou a ser a figura da partida, ao marcar dois dos três golos com que o Benfica triunfou na capital norte-coreana.

O onze da Casa do Sport Lisboa e Benfica de Macau fez esta tarde história na Coreia do Norte, ao derrotar a formação do Hwaebul Sports Club por 3-2, num encontro disputado no Estádio Kim Il-sung em que o avançado Leonel Fernandes voltou a estar em destaque, ao marcar por duas ocasiões.

O triunfo, alcançado perante 22 mil espectadores, é um dos mais significativos da história recente do futebol do território.

Depois de ter marcado por duas ocasiões na semana passada, no Estádio da Taipa, na remontada frente aos taiwaneses do Hang Yeun Football Club, Leonel Fernandes voltou a estar esta tarde em evidência, ao abrir o marcador em Pyongyang quando estavam decorridos apenas sete minutos de jogo. A jogar perante o seu próprio públiclo, o Hwaebul – clube fundado em 2013 pelo líder norte-coreano Kim Jong-un – repôs a igualdade no placard aos 13 minutos, com o capitão Jong Chol-yok a marcar na cobrança bem-sucedida de uma grande penalidade.

O internacional quírguiz David Tetteh devolveu a liderança do marcador aos tetra-campeões do território a nove minutos do intervalo, fazendo com que o Benfica de Macau regressasse ao balneário em vantagem.

O Hwaebul entrou melhor na etapa complementar e aos quatro minutos do segundo tempo o avançado Pak Chol-song devolveu o equilíbrio ao placard e o encontro permaneceu empatado até aos 75 minutos, quando Leonel Fernandes assinou uma página histórica do futebol de Macau, ao apontar o seu segundo tento da tarde, terceiro do Benfica.

Com o triunfo no Estádio Kim Il-sung, os campeões do território reforçaram a liderança do Grupo I da Taça das Confederações Asiáticas, com seis pontos. O Hwaebul, que perdeu na semana passada frente aos também norte-coreanos do 25 de Abril, ainda não somou qualquer ponto na edição de 2018 da segunda maior prova de clubes do futebol asiático. O Benfica regressa a Pyongyang a 11 de Abril para defrontar o 25 de Abril SC, formação que hoje esgrimiu argumentos com o Hang Yuen FC, em Taiwan.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.