Taça do Mundo de GT regressa à Guia em Novembro

A FIA e a Comissão do Grande Prémio de Macau assinaram uma extensão ao protocolo que previa que as três primeiras edições do certame se disputassem no Circuito da Guia. A prova volta, no entanto, a coincidir com uma etapa do Campeonato do Mundo de Resistência, as “Seis Horas de Xangai”.

A Taça do Mundo de GT vai regressar este ano ao Circuito da Guia pelo quarto ano consecutivo, depois da Federação Internacional do Automóvel (FIA) e as autoridades do território terem assinado uma extensão do contrato que definia que as três primeiras edições da competição teriam lugar no traçado urbano do território.

A confirmação de que Macau vai continuar a acolher a prova chegou na sexta-feira, durante a mais recente reunião do Conselho Mundial de Desportos Motorizados da FIA. A prova, que integra o cartaz da 65.ª edição do Grande Prémio de Macau, disputa-se entre 16 e 18 de Novembro.

O prolongamento do acordo com a Comissão Organizativa do Grande Prémio não é totalmente uma surpresa, ainda que a corrida tenha estado debaixo de uma bateria de críticas nos dois últimos anos devido aos acidentes que marcaram as duas provas.

Na última edição da Taça do Mundo de GT, disputada em Novembro último, dois terços dos pilotos em competição ficaram fora de combate depois de se terem visto envolvidos num cheque em cadeia na zona do Ramal dos Mouros, ao passo que em 2016 a vitória foi atribuída a Laurens Vanthoor ainda que o piloto belga tenha sofrido um aparatoso acidente, após o qual a prova foi dada como terminada.

A edição de 2018 do evento volta a coincidir com uma ronda do Campeonato do Mundo de Resistência, a exemplo do que aconteceu ao longo dos últimos três anos. As Seis Horas de Xangai estão agendadas para o mesmo fim-de-semana.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.