Jogo: Receitas aquém do previsto em Fevereiro

No mês passado, os casinos do território geraram receitas na ordem dos 24,3 mil milhões de patacas, um valor 5,7 por cento superior ao registado em igual mês do ano passado. A taxa de crescimento fica, ainda assim, das estimativas feitas pelos principais analistas do sector.

Nem o ano novo lunar ajudou à festa. As receitas da indústria do jogo subiram apenas 5,7 por cento em Fevereiro, um valor que fica muito aquém das estimativas avançadas ao longo do mês passado por analistas e por agências de rating.
Apesar dos ganhos do sector dos casinos terem surpreendido pela negativa, Fevereiro foi, ainda assim, o 19º mês consecutivo de crescimento, naquele que é o maior mercado de jogo do mundo.
As receitas das concessionárias de jogo do território alcançaram os 24,3 mil milhões de patacas, fasquia que é a terceira mais elevada dos últimos doze meses, de acordo com os dados divulgados pela Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos.

No mês de Fevereiro, as receitas do sector do jogo ficaram aquém das expectativas dos principais analistas do sector.

Os analistas estariam à espera de um crescimento compreendido entre os sete por cento, nas piores estimativas e os doze por cento, nas melhores.
Se as receitas não cresceram, de resto, não foi por falta de visitantes. Números divulgados pelos Serviços de Turismo após o período do Ano Novo Lunar dão conta de um aumento do número de visitantes na ordem dos 6,5 por cento.
As receitas do sectro do jogo – e por inerência, os valores do Produto Interno Bruto – regressaram a terreno positivo em 2017, depois de um incerto período de 26 meses de quebra. No entanto, os valores das receitas das concessionárias ainda continuam muito aquém dos níveis atingidos em 2013 e em 2014, anos em que a indústria do jogo no território atingiu o seu apogeu. O valor das receitas geradas ao longo dos últimos meses pelas seis concessionárias de jogo do território é similar ao gerado em 2012, de acordo com a agência Reuters.
Operadoras de jogo como a SJM Holdings e o grupo Galaxy Entertainment deram a conhecer os resultados relativos ao exercício financeiro do último trimestre de 2017 e os números acabaram por superar as expectivas dos analistas, no que poderá constituit um sinal de que a procura subiu na recta final do ano passado.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.