Homem abatido e mulher ferida frente a hospital de Paris

Fotografia: Alexander Kagan/Unsplash

Um atirador não identificado matou um homem e feriu uma mulher esta segunda-feira em Paris e fugiu num motociclo, um crime que o autarca local disse apontar para uma disputa pessoal sem relação com terrorismo.

Os dois foram baleados à frente de um hospital que também atua como centro de vacinação contra a Covid-19 situado no sofisticado 16º distrito da capital francesa. A mulher está a ser tratada aos ferimentos no hospital, disse uma fonte da polícia: “Não é um ataque terrorista, provavelmente foi um caso de acerto de contas”, disse Francis Szpiner, responsável pelo 16º arrondissment, aos jornalistas.

O Ministério Público de Paris iniciou uma investigação por homicídio, disse um porta-voz.

Rocco Contento, dirigente do sindicato policial, disse à televisão BFM que houve uma discussão entre o atirador e a mulher, que foi identificada como uma agente de segurança do hospital. Um homem que tentou intervir foi baleado na sequência dos desacatos.

Uma testemunha disse à Reuters que o homem foi baleado na cabeça várias vezes já no chão.

O centro de vacinação do hospital Henry Dunant estava a funcionar no momento do incidente.

Imagens televisivas mostram dezenas de policias a proteger a área.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.