Japão tenciona acelerar campanha de vacinação em Maio

Fotografia: Jeremy Stenuit/Unsplash

O ministro japonês responsável pela campanha de vacinação, Taro Kono, disse na segunda-feira que o ritmo da inoculação contra o coronavírus vai ser acelerado em Maio, mas garantiu que os Jogos Olímpicos de Tóquio, agendados para o início de Julho, não estão a ser considerados no cronograma.

O primeiro-ministro, Yoshihide Suga, promete ter doses suficientes para os 126 milhões de habitantes até Junho, um mês antes do início dos Jogos, que arrancam a 23 de Julho. As doses produzidas por fábricas da Pfizer na Europa têm chegado aos poucos, mas as autoridades japonesas esperam que acelere nos próximos meses.

“A partir de Maio, não haverá qualquer estrangulamento em termos de abastecimento”, disse Kono à agência Reuters, numa entrevista. Oficialmente a cargo da reforma administrativa, Kono foi seleccionado em Janeiro para comandar a iniciativa de vacinação do Japão contra a Covid-19.

O governante acrescentou que acredita que vai conseguir 10 milhões de doses de vacinas a cada semana de Maio, mas que a Olimpíada, que sondagens mostram que a maioria dos japoneses acha que deveria ser adiada ou cancelada, não é um factor para que a campanha de vacinação seja acelerada.

O Japão iniciou a sua campanha de vacinação no mês passado, mais tarde do que a maioria das grandes economias, e depende de doses importadas da vacina da Pfizer. As vacinas desenvolvidas pela AstraZeneca e pela Moderna estão ainda à espera de uma aprovação regulatória.

Kono disse que a vacina da AstraZeneca será aprovada “em breve, espero”, acrescentando que a decisão cabe ao Ministério da Saúde.

O governo negociou a compra de 120 milhões de doses da vacina da AstraZeneca, que será feita em grande parte no Japão por farmacêuticas locais e não precisa ser armazenada sob as temperaturas ultrafrias exigidas pela fórmula da Pfizer.

Kono ainda disse que ter vacinas feitas domesticamente poupará ter que se “preocupar com o mecanismo de transparência” que a União Europeia usa para limitar as exportações de vacinas feitas no bloco.

Até a sexta-feira, pouco mais de 780 mil pessoas no Japão, a maioria profissionais de saúde, tinham recebido pelo menos uma dose da vacina.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.