Taxa de ocupação hoteleira voltou a cair em Janeiro

No mês de Janeiro, a taxa de ocupação média das unidades hoteleiras do território foi de 40,3 por cento. A fasquia esconde uma queda de 12,8 pontos percentuais face ao mês de Dezembro de 2020 e comprova que o caminho para a recuperação está longe de ser um dado adquirido.

Num comunicado publicado esta segunda-feira, a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) indicou que no primeiro mês do ano “os hotéis e pensões receberam 447.000 pessoas, menos 58,6 por cento, em termos anuais”.

Os hóspedes provenientes do Interior da China foram responsáveis por 373.000 (83,5 por cento do total) dormidas, menos 52,5 por cento” quando comparado com igual período de 2020.

A 23 de Setembro as autoridades da República Popular da China voltaram a autorizar a emissão de vistos individuais e de grupo para o território, suspensos desde o início da pandemia de Covid-19. O número de visitantes tem subido gradualmente, ainda que de forma lenta e muito abaixo da média de cerca de três milhões de visitantes mensais registada em 2019, ano em que quase 40 milhões de pessoas se deslocaram a Macau como turistas.

A taxa de ocupação média hoteleira  em Macau foi de 28,6 por cento, menos 62 pontos percentuais em termos anuais.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.