Tailândia. Polícia dispara balas de borracha contra manifestantes

A polícia tailandesa usou balas de borracha, jatos d’água e gás lacrimogéneo contra manifestantes pró-democracia que se reuniram no domingo em Banguecoque perante a residência do primeiro-ministro Prayut Chan-O-Cha.

Cerca de 2 mil pessoas manifestaram-se em frente ao antigo quartel onde vive o primeiro-ministro, ex-chefe militar do país,  cuja demissão é exigida pelo movimento pró-democracia surgido em 2020. Houve confrontos entre policiais e manifestantes, que lançaram pedras, tijolos e garrafas de vidro contra as forças de ordem, que tentaram dispersar a multidão com jatos d’água, gás lacrimogéneo e balas de borracha.

Entre os manifestantes havia imigrantes birmaneses, que protestavam contra o golpe de Estado do último dia 1 no seu país. De acordo com um médico do centro de emergências de Erawan, 16 manifestantes ficaram feridos. O colectivo Thai Lawyers for Human Rights deu conta de 19 detenções.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.