Bruxelas vai adquirir 160 milhões de doses da vacina da Moderna

A Comissão Europeia (CE) vai aprovar esta quarta-feira a assinatura de um contrato que irá permitir adquirir “até 160 milhões de doses” da vacina experimental da Moderna, assim que demonstre ser eficaz e segura, anunciou esta terça a presidente do Executivo comunitário, Ursula von der Leyen.

“Amanhã vamos aprovar um novo contrato (…) que permite a compra de 160 milhões de doses da vacina produzida pela Moderna”, disse Von der Leyen numa conferência de imprensa sem direito a perguntas.

Os dados preliminares da última etapa de testes clínicos da vacina desenvolvida pela Moderna apontam para uma protecção “altamente eficaz” que a companhia coloca em 94,5, assinalou a presidente da Comissão Europeia.

O contrato assinado na sexta-feira é o sexto do género assinado entre a Comissão, que centraliza as compras da vacina e que depois as distribui pelos Estados-membros, uma vez aprovado o uso de fármacos por parte da Agência Europeia do Medicamento.

Bruxelas, que está a construir uma pasta diversificada de diferentes laboratórios e farmacêuticas, chegou já a seis acordos para a pré-compra de futuras doses, tendo assinado acordos com a Pfizer e BionTech, Sanofi-GSK, Curevac, AstraZeneca e Universidade de Oxford, Johnson & Johnson e Moderna. A Comissão Europeia está ainda a ultimar um sétimo contrato, disse Von der Leyen sem oferecer mais detalhes: “Sabemos que só a vacinação nos vai proporcionar uma solução duradoura”, disse Von der Leyen, que ressaltou que as doses só vão chegar aos mercados assim que a Agência Europeia do Medicamento considerar que são “seguras e eficazes”.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.