Covid-19. Portugal limita mobilidade por ocasião da Solenidade de Todos os Santos

O Governo português proibiu esta quinta-feira a circulação entre diferentes municípios do país durante o fim de semana de 1 de Novembro, para evitar que “a dor do luto” das famílias acabe com o distanciamento social no feriado do Dia de Todos os Santos.

Além disso, foi aprovado que o dia 2 do mesmo mês seja considerado de luto nacional em honra dos falecidos por Covid-19.

As duas medidas foram aprovadas numa reunião do Conselho de Ministros e anunciadas no dia em que Portugal bateu um novo recorde de casos de infecção, 3.270, o que eleva o total desde o início da pandemia para 109.541.

Além disso, o número de mortes subiu para 2.245, depois de terem sido registados mais 16 óbitos.

A ministra da presidência, Mariana Vieira da Silva, explicou em conferência de imprensa as medidas que estarão em vigor no fim de semana do Dia de Todos os Santos: “É um período de luto, em que é difícil respeitar as regras”, disse Vieira da Silva, que explicou que se trata de um momento habitual de reunião familiar.

Por isso, ficará proibido circular entre diferentes municípios portuguesas desde a meia-noite do dia 30 de Outubro até às 23h59 de 3 de Novembro.

A restrição de circulação para o Dia de Todos os Santos é uma medida semelhante à adoptada na Páscoa, quando também foi proibido deixar o município de residência.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.