Alemanha. Protestos contra gestão da pandemia deixam 45 polícias feridos

Cerca de 45 agentes das forças de segurança ficaram feridos em manifestações neste fim de semana em Berlim, incluindo em protestos contra as restrições decretadas para conter a difusão do novo coronavírus, informou a polícia.

Um total de 133 pessoas foram presas em protestos neste sábado, declarou a polícia num comunicado, por crimes como resistência à autoridade, desordem pública e uso de símbolos inconstitucionais.

Três agentes das forças policiais deram entrada no hospital, acrescentou a polícia.

Aproximadamente 20.000 pessoas participaram  no “Dia da Liberdade” em Berlim no sábado, contra as medidas de prevenção ao coronavírus que, segundo elas, limitam as liberdades individuais. A maioria não usava máscaras e não respeitou a distância de segurança de um metro e meio.

Os manifestantes se dirigiram às Portas de Brandenburgo, onde a polícia começou a dispersá-los pela tarde, mas centenas permaneceram no local.

Numa manifestação antifascista independente, os manifestantes atiraram pedras contra a polícia, cocktails molotov e danificaram dois carros das forcias feridosa deixam 45 pol das entea conter a difusrdo com Hong Kongfacialças de segurança e o escritório local de um partido. Vários agentes ficaram feridos.

Cerca de cem pessoas voltaram a reunir-se neste domingo na zona oeste das Portas de Brandenburgo, observou um repórter da AFP. A maioria usava máscaras e respeitava o distanciamento.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.