Austrália diz que serão necessárias semanas para controlar novo surto

O aumento exponencial do número de casos de Covid-19 na segunda maior cidade da Austrália, Melbourne,  deve exigir semanas para ser contido, apesar das autoridades locais terem ressuscitado políticas de confinamento e ordenado a utilização obrigatória de máscara, disse o responsável interino pela Direcção Geral de Saúde australiana. A Austrália está a preparar-se para uma segunda vaga de infecções.

As autoridades do Estado de Vitória – cuja capital Melbourne está sujeita a um isolamento parcial devido a um novo surto do novo coronavírus – relatou 275  novos casos de Covid-19 esta segunda-feira, menos do que o recorde diário de 438 de três dias antes.

Paul Kelly, responsável interino pela área da saúde na Austrália, defendeu que vão ser necessárias várias “semanas” para fazer o surto regredir aos níveis vistos em Junho, quando o Estado de Vitória e o resto do país relataram infecções diárias de um ou dois dígitos: “Aprendemos que o tempo entre a introdução da medida e a obtenção de ao menos duas semanas, e às vezes mais do que isso”, disse Kelly à Australian Broadcasting Corporation.

A Austrália acumula cerca de 11.800 casos do novo coronavírus e 123 mortes, uma fracção do que tem sido a norma em outros países. Na maioria dos Estados australianos, a doença já foi eliminada.

Há pouco menos de um mês, a Austrália era louvada como uma líder global do combate à Covid-19, mas lapsos na quarentena no estado de Vitória desencadearam um ressurgimento de infecções em Junho. Um inquérito oficial sobre a origem do surto foi lançado e na segunda-feira foram conduzidas as primeiras audiências.

O governo de Vitória impôs políticas de isolamento parcial a cerca de cinco milhões de pessoas durante seis semanas e orientou os moradores dos arredores de Melbourne a cobrirem o rosto com uma máscara se tiverem que sair de casa.

O primeiro-ministro do estado de Victoria, Daniel Andrews, diz que ainda é cedo para perceber se tais medidas achataram a curva deste novo surto: “Até termos alguma estabilidade, não podemos propriamente falar de uma tendência”, disse, referindo-se a uma queda no número de novas infecções diárias.

O surto de Vitória e um aumento de casos diários na vizinha Nova Gales do Sul, o Estado mais populoso da nação, estão atiçar o temor de uma segunda vaga a nível nacional.

Nova Gales do Sul relatou 20 novas infecções nesta segunda-feira, a cifra mais alta em três meses. A taxa de transmissão estadual está mais alta do que a de Vitória, apesar do endurecimento das restrições de distanciamento social.

O secretário do Tesouro da Austrália, Josh Frydenberg, deve anunciar até ao final da semana como o governo pretende alavancar a enfraquecida economia do país. A sua principal política económica –  um esquema de subsídios salariais equivalente a 48,9 mil milhões de dólares – deve esgotar-se no final de Setembro.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.