Cadáver encontrado junto ao Centro Ecuménico Kun Iam

O falecido é um homem na casa dos 50 anos, de apelido Li. O homem foi encontrado às primeiras horas da manhã junto à estátua de Kun Iam, no NAPE. A polícia acredita que o homem pode ter sido atingido pela hélice de uma embarcação em movimento.

A Polícia Judiciária descobriu às primeiras horas da manhã um cadáver junto à Estátua de Kun Iam, na Avenida Dr. Sun Yat-sen. O corpo foi descoberto por volta das 7h15 da manhã por um funcionário do Centro Ecuménico Kun Iam, que comunicou de imediato a descoberta às forças de segurança do território.

A Polícia Judiciária enviou para o local uma equipa de investigadores que concluíram que o falecido, um homem na casa dos 50 anos de apelido Lei, teria morrido ao final da madrugada. A polícia de investigação do território suspeita que o homem possa ter sido atingido pela hélice de uma embarcação em movimento, dado que o cadáver apresentava ferimentos condizentes com uma tal possibilidade.

De acordo com a emissora em língua chinesa da Rádio Macau, a Polícia Judiciária descobriu no cadáver documentos que possibilitaram a identificação do falecido, mas não encontraram qualquer nota de suicídio.

A causa da morte deverá ser confirmada depois da autópsia ser conduzida, mas as autoridades policiais descartam, a priori, a possibilidade de se tratar de um crime por não terem recolhidos que apontem nesse sentido. A Judiciária acredita que o homem terá sido vítima de um infeliz incidente.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.