Pneumonia viral. Governo exige aos casinos que adoptem medidas exepcionais

Fotografia: GGR Asia

O Governo pediu esta terça-feira às concessionárias de jogo que operam casinos no território que reforcem as medidas de prevenção face ao surto de pneumonia que já infectou quase 300 pessoas e fez seis mortos na China. Em comunicado, a Direção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ) apelou ao reforço das “medidas de prevenção e controlo de doenças transmissíveis nos casinos”, nomeadamente através da medição da temperatura corporal e da desinfeção dos espaços.

O apelo é feito nas vésperas do Ano Novo Lunar, o período de viagens mais movimentado na China, com as autoridades a preverem um “aumento significativo do fluxo de visitantes” no território, onde ainda não foi confirmado nenhum caso.

No entanto, há já três casos confirmados na vizinha cidade continental de Zhuhai, e oito em Shenzhen, que faz fronteira com Hong Kong. A província de Guangdong é a segunda com mais casos reportados até ao momento: catorze.

De acordo com a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos, as concessionárias de Macau estão já a efetuar o controlo da temperatura corporal nas 405 entradas para o público e nas 47 entradas reservadas aos seus trabalhadores nos casinos.

No entanto, face ao aumento do número de visitantes, as autoridades apelam para que este controlo seja efectuado de “forma rigorosa” e que as concessionárias se mantenham “atentas sobre o estado de saúde dos frequentadores dos casinos e dos seus trabalhadores”.

Para reforçar a resposta ao novo tipo de coronavírus, o Governo anunciou esta terça-feira a criação de um centro de contingência e alargou o controlo da temperatura corporal a todos os turistas da China que chegam a Macau por via aérea.

O número de vítimas mortais devido a este tipo de pneumonia na China subiu  para seis, com a morte de mais dois pacientes, enquanto o número total de infectados ascendeu a 291, revelaram as autoridades.

A Comissão Nacional de Saúde do Continente revelou que o país registou hoje 77 novos infectados e que dois pacientes morreram, numa altura em que vários países estão a elevar o nível de alerta.

A ansiedade em torno da doença aumentou depois de um especialista do Governo chinês, Zhong Nanshan, ter assumido que o novo tipo de coronavírus, uma espécie de vírus que causa infecções respiratórias em seres humanos e animais, é transmissível entre seres humanos.

Até à data, as autoridades diziam que não havia evidências neste sentido.

O vírus foi inicialmente detectado no mês passado, em Wuhan, cidade do centro da China que é também um importante centro de transporte doméstico e internacional.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.