Nevão pôs fim a 135 dias de seca em Pequim

Fotografia de Arquivo.

A neve não chegou a cobrir a Praça de Tiananmen ou a Avenida Chang’an, mas os meteorologistas nem por isso deixam de celebrar. Já não chovia ou nevava na capital chinesa e nas imediações desde 23 de Outubro.

Uma zona periférica da capital chinesa amanheceu esta quarta-feira coberta de neve. O fenómeno colocou fim a 135 dias consecutivos de seca em Pequim, o mais longo período alguma vez registado sem a ocorrência de chuva ou de neve na cidade.

Desde finais de Outubro do ano passado qua a capital chinesa não registava períodos de precipitação em nenhum dos seus distritos. A agência Lusa escreve que se trata do mais longo período de tempo seco de que há memória na cidade, batende o recorde de 114 dias, ocorrido em 1971, em que Pequim esteve sem chuva e sem neve.

Há quatro anos, em 2014, o Governo Central inaugurou um rio artificial com mais de 1400 quilómetros de extensão, visando bombear água do Sul para o Norte do país. Denominado de Projecto de Diversão de Água Sul-Norte, a estrutura transporta quase dez mil milhões de metros cúbicos de água anualmente para o norte da China e chega a fornecer 70 por cento da água utilizada na capital chinesa durante os meses mais secos.

A construção do canal, que se prolongou durante onze anos, obrigou à deslocalização de 435 mil pessoas, de acordo com dados avançados pela imprensa chinesa.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.