Covid-19. Japão detecta primeiros caso da variante “mutação dupla”

Fotografia: David Edelstein/Unsplash

As autoridades japonesas detectaram pela primeira vez cinco infeções da nova variante do coronavírus conhecida como “mutação dupla”, avançou esta sexta-feira a imprensa japonesa.

Estes são os primeiros casos registados no Japão da variante B.1.617 do vírus SARS-CoV-2, que foi descoberta em finais de Março na Índia e é considerada mais contagiosa e parcialmente responsável pela maior vaga de contágios enfrentada por aquele país, que na véspera ultrapassou 300.000 infecções diárias.

O porta-voz do Governo japonês, Katsunobu Kato, disse em conferência de imprensa que as autoridades japonesas estão a tomar “amplas medidas” para prevenir infecções, incluindo a recolha da informação genómica do vírus e “o reforço e vigilância dos controlos fronteiriços”.

O Japão tem as suas fronteiras completamente fechadas a visitantes estrangeiros desde o final de Dezembro, permitindo apenas a entrada no país a cidadãos japoneses ou estrangeiros com estatuto de residente.

O país enfrenta há várias semanas uma quarta vaga de contágios, o que levou o Governo japonês a declarar um novo estado de emergência sanitária em Tóquio e outras três regiões, as mais afectadas pelas infecções.

A medida, que deverá ser formalmente anunciada esta sexta-feira, vai levar ao encerramento temporário de bares, restaurantes ou centros comerciais, além de proibir a entrada de espectadores em grandes eventos, tais como competições desportivas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.