França. Só a direita derrota Marine Le Pen

Fotografia: Remi Noyon/Creative Commons

A líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, venceria as eleições presidenciais de 2022 contra os candidatos de esquerda e ambientalistas, mas perderia contra candidatos de centro-direita e direita, entre eles o actual presidente Emmanuel Macron, segundo uma sondagem divulgada este domingo.

A um ano das eleições presidenciais e com base em vários cenários, Le Pen, presidente do Regrupamento Nacional (RN), dominaria o primeiro turno com 25 por cento a 27 por cento das intenções de voto, seguida pelo liberal Emmanuel Macron (23 a 28 por cento), de acordo com a sondagem Ifop-Fiducial para o jornal Journal du Dimanche e Sud Radio.

Porém, numa repetição da segunda volta dos dois finalistas das eleições de 2017, o actual presidente francês renovaria o seu cargo com 54 por cento dos votos, cerca de 12 pontos a menos que o resultado obtido há cinco anos.

Numa eleição contra Le Pen, os possíveis candidatos da direita Xavier Bertrand e Valérie Pécresse teriam uma vantagem maior que Macron contra a candidata de extrema direita, com 59 e 55 por cento, respectivamente.

Já contra os candidatos de esquerda, a presidente da RN (antigo Frente Nacional) empataria no segundo turno com a socialista Anne Hidalgo, actual presidente da Câmara de Paris e ganharia a Jean-Luc Mélenchon com 60 por cento dos votos e ao ambientalista Yannick Jadot com 53 por cento.

Macron, de 43 anos, não expressou ainda a sua vontade de ser, mas todos os analistas consideram que voltará a ser candidato a um novo mandato de cinco anos.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.