Macau. Polícia Judiciária prende 24 suspeitos de burla

Fogtografia: Macau Photo Agency/Unsplash

As autoridades do território anunciaram na quinta-feira detenção de 24 pessoas, suspeitas de envolvimento numa burla no valor de dez milhões de patacas. A operação que resultou na detenção dos suspeitos foi conduzida em conjunto com as autoridades da República Popular da China.

O anúncio foi feito pelo porta-voz da Polícia Judiciária, Leng Kam Lon, que afirmou que três  dos suspeitos foram detidos em Macau, ainda que sejam cidadãos da República Popular da China. Os restantes 21 foram detidos pelas autoridades chinesas em quatro províncias e cinco cidades chinesas, acrescentou o responsável pela polícia de investigação do território.

De acordo com as autoridades, o grupo usava “notas de treino” de contagem de dinheiro, que mostrava “ao longe ou meio escondidas” a clientes que pretendiam trocar renminbis por dólares de Hong Kong nos casinos de Macau.

Em seguida, o grupo informava os clientes de que a transferência seria feita para um banco no Continente, indicou Leng Kam Lon.

Desde Outubro do ano passado e até ao final do mês de Março, a Polícia Judiciária investigou um total de 101 casos de burla com “notas de treino” em Macau, num valor total de mais de 18 milhões de patacas. Os casos investigados envolvem 112 suspeitos, incluindo quatro residentes locais. Destes, 37 estão em prisão preventiva.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.