Covid-19. São Paulo com novo recorde de casos diários

Fotografia: Matheus Farias/Unsplash

São Paulo, o estado mais populoso do Brasil com cerca de 46 milhões de habitantes, registou um novo recorde de 1.389 falecidos por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com dados divulgados esta terça-feira pelo Governo paulista.

A marca, que excede o “recorde” anterior em 180 mortes, alcançado há exactamente sete dias, também tem impacto na contabilidade ao nível nacional, que também poderá alcançar um novo máximo de óbitos diários pela doença, que continua a avançar de forma desenfreada em todo o país.

Com uma média de mais de 3.000 mortes por dia e já perto de 4.000, o Brasil é um dos países mais castigados pela pandemia, enquanto os especialistas calculam que o número poderá aumentar para 5.000 mortes por dia nas próximas semanas.

São Paulo, a região mais rica e industrializada do país, concentra o maior número absoluto de casos e mortes por coronavírus e, após o recorde registado esta terça-feira, chegou a um total de 78.554 falecidos, enquanto os infectados ficam em 2.554.841, 22.794 contabilizados nas últimas 24 horas.

O novo recorde de mortes num só dia surge numa altura em que as medidas restritivas impostas pelo Governo de São Paulo começam a mostrar ligeiros sinais de melhoria no sistema de saúde do Estado, especialmente nos colapsados hospitais da região.

Em todo o Brasil, uma nação de 210 milhões de pessoas, o coronavírus já matou 332.752 pessoas e infectou mais de 13 milhões.

A doença continua descontrolada no gigante sul-americano e, apesar do início da vacinação em Janeiro passado, março foi o mês mais mortífero da pandemia, com 66.573 mortes, em comparação com as 30.438 registadas em Fevereiro.

Até segunda-feira, o Brasil tinha vacinado cerca de 20 milhões de pessoas, o equivalente a pouco menos de 10 por cento da sua população.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.